Os quatro pilares do motociclismo

Acabando com a fábula do motociclismo nacional, muitos clubes vivem em um conto de fadas, vejo muitos esbravejarem e baterem no peito sobre um “código biker” sobre os pilares do motociclismo,mas será que esses vivem realmente esse tal “código biker”que todos dizem conhecer?
Os quatro pilares do motociclismo são (de acordo com o que dizem):
RESPEITO, IGUALDADE, HONRA e IRMANDADE.
Vou falar de um por um.
HONRA:
Princípio que leva alguém a ter uma conduta proba, virtuosa, corajosa, e que lhe permite gozar de bom conceito junto à sociedade.
Consideração devida a uma pessoa que se distingue por seus dotes intelectuais, artísticos, morais; privilégio.
Será mesmo que todos tem uma conduta PROBA (integra,honesta,digna)?
Quantos clubes aliciam membros de outros clubes?
Quantos outros clubes tentam boicotar eventos dos outros?
Quantos clubes adoram fazer fofoquinha de outros clubes?
Será que são HONRADOS????

IGUALDADE:

Quantas vezes, alguém foi discriminado por ter uma moto pequena?
Quantas vezes já ouvimos que aquele clube A ou B é insignificante, pois é pequeno?
Sinceramente, as vezes prefiro realmente não ser igual a alguns, as vezes prefiro não viver essa igualdade para não ser comparado a alguns que não tem a mínima postura.

IRMANDADE:

Será que ela existe?
Brigas internas entre membros do próprio clube, brigas entre clubes pra saber quem é melhor, as vezes o clube prefere fazer ação social e postar fotos em rede social e esquece de ajudar o irmão dentro do próprio clube.

RESPEITO:

Deixei por último mas não é o menos importante. Minha visão sobre isso é que pro cara exigir respeito ele precisa primeiro se respeitar, respeitar seu clube e claro respeitar os demais.
As vezes o camarada fala em respeito mas é o primeiro a desrespeitar a todos.
O cara chega em uma festa o primeiro lugar que para é na fila do churrasco ou na barraca de inscrição.
O cara chega no camping “chapado” tocando o terror e se alguém acha ruim, tem a cara de pau de falar “quer conforto vai pra casa ou pro hotel”.
Será que existe respeito no meio? Tenho certeza que não!!!

Sem falar em LEALDADE:

As pessoas trocam de clube igual trocam de cueca, juram amor eterno ao clube e esse “amor”não dura muitas das vezes meses, pois não gostam de ser cobrados.

Sem falar em LIBERDADE:

Motociclismo é liberdade, MOTO CLUBE não!!!
Se quer liberdade, não faça parte de um clube!!!
Vejo muita publicações bonitinhas, dizendo: Motociclismo é hobbie, é estilo de vida, respeite seu clube, respeite seu brasão.
Incoerente pois, o que é hobbie não é estilo de vida, hobbie você faz quando da tempo assim como pescaria, peladinha do fim de semana…estilo de vida você vive 24 horas por dia, 365 dias por ano.

Esta na hora de parar de falar tanto em “código biker” e viver mais o verdadeiro código.
Esta na hora de parar de viver uma fábula e começar a viver a VERDADE.
Muitos vivem em um conto de fadas onde tudo é belo.
Acham que não existe conflitos entre clubes.
Sim existe e isso é histórico.
Nem tudo são flores e harmonia.

PARABÉNS AOS CLUBES QUE VIVEM VERDADEIRAMENTE ESSE CÓDIGO.


Autor desconhecido: Texto amplamente divulgado nas redes sociais sem autoria declarada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *